Num comunicado hoje divulgado, o Ministério das Finanças afirma que “no âmbito da campanha de IRS de 2022 relativa aos rendimentos auferidos em 2021, a Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) reembolsou cerca de 2.475 milhões de euros até quarta-feira, 29 de junho, o penúltimo dia da campanha deste ano”.

De acordo com a tutela, “até agora, foram entregues cerca de 5,5 milhões de declarações de IRS pelos contribuintes, sendo que 32% foram submetidas através do IRS Automático (preenchimento automático dos dados da declaração por parte da AT, através das informações comunicadas de forma automática às Finanças) e 68% foram submetidas de forma manual”.

Assim, “das declarações entregues foram já liquidadas cerca de 4,7 milhões”, sendo que “destas, cerca de 2,4 milhões correspondem a reembolsos aos contribuintes”.

Foram ainda “emitidas cerca de 883,6 mil notas de cobrança, num total de cerca de 1.354 milhões de euros, sendo as restantes nulas (não havendo lugar a reembolso ou nota de cobrança)”, indicou o Governo.

Além disso, “o prazo médio de pagamento de todos os reembolsos efetuados por transferência bancária está nos 19,2 dias”, referiu, destacando que “os contribuintes que entregaram o IRS Automático beneficiaram de um prazo médio de pagamento de reembolso de 12,6 dias”.

De acordo com as Finanças, “ambos os prazos médios regressaram ao pré-pandemia”.

Na mesma nota, o Governo lembra que “os contribuintes têm até quinta-feira, dia 30 de junho, para entregar a sua declaração de rendimentos”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.