O BCE informou hoje que os 123 maiores da zona euro vão pagar 89% do custo (289,7 milhões de euros) e que os 3.500 bancos de menor dimensão os restantes 11% (36,3 milhões de euros).

O custo das tarefas de supervisão do BCE em novembro e dezembro do ano passado foi de 30 milhões de euros e os custos deverão ascender este ano a um total de 296 milhões de euros, referiu ainda o BCE.

A entidade monetária europeia assumiu a competência de supervisão das entidades de crédito da zona euro em novembro de 2014 no âmbito do Mecanismo Único de Supervisão.

O BCE supervisiona diretamente até 130 entidades e vai trabalhar com as autoridades nacionais competentes para a supervisão das entidades de menor dimensão.

MC // MSF

Lusa/Fim

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.