De acordo com a informação remetida à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o BBVA passou a deter 1,89% de direitos de voto associados a ações dos Correios, percentagem que foi alcançada na passada terça-feira.

Antes desta operação de venda de direitos de voto, a empresa, que tem sede em Madrid, possuía 2,33% dos CTT.

Na sessão de hoje da bolsa, as ações dos CTT subiram 1,46% para 3,47 euros.

PE // EA

Lusa/Fim

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.