Com o triunfo dos holandeses, graças a um 'bis' do sérvio Dusan Tadic (68 e 72 minutos, o primeiro de penálti), os 'encarnados', que hoje jogam no reduto do Bayern Munique, mantiveram mais quatro pontos do que os gregos, que já só têm um jogo por disputar.

No que respeita ao acesso à 'Champions', o Benfica precisa de vencer por dois golos de diferença o embate da quinta jornada do Grupo E, sendo que, na sua história, nunca conseguiu ganhar aos bávaros ou pontuar em Munique.

O conjunto de Rui Vitória segue a seis pontos do Bayern Munique, que, na primeira jornada, venceu por 2-0 na Luz, com tentos do polaco Robert Lewandowski e do internacional luso Renato Sanches.

Se ganhar por dois ou mais golos, marcando pelo menos três, o Benfica ainda precisará, na sexta e última ronda, de bater em casa o AEK Atenas e esperar que os campeões germânicos percam frente ao Ajax, em Amesterdão.

O destino dos 'encarnados' deverá, assim, ser os 16 avos de final da Liga Europa, algo inédito na 'era' Rui Vitória: seguiu para os 'oitavos' da Liga dos Campeões em 2015/16 e 2016/17 e ficou-se pela fase de grupos em 2017/18.

No outro encontro da quinta ronda que começou mais cedo, o Viktoria Plzen venceu por 2-1 no reduto do CSKA Moscovo, resultado que qualificou Roma e Real Madrid, que hoje se defrontam na capital italiana.

PFO // PA

Lusa/Fim

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.