Pelas 15:00, cerca de 15 membros da CNA concentraram-se perto da residência oficial do primeiro-ministro, António Costa, em Lisboa, onde anunciaram o protesto e as suas principais reivindicações.

"No dia 14 de junho, a Confederação Nacional da Agricultura, alicerçada nas principais reivindicações dos pequenos e médios agricultores, estará presente com um protesto e com as nossas propostas para que efetivamente haja uma PAC mais justa", afirmou, em declarações à Lusa, Laura Tarrafa da direção da CNA.

PE // EA

Lusa/Fim

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.