A criação formal da Rede Ibero-americana de Pesca Artesanal de Pequena Escala (RIPAPE) ocorreu na quarta-feira, em Cádiz, na provincia espanhola da Andaluzia, e contou com a participação de representantes de vários países, nomeadamente as secretárias de Estado das Pescas, Alicia Villauriz, de Espanha, e Teresa Coelho, de Portugal.

De acordo com um comunicado da QUARPESCA - Associação de Armadores e Pescadores da Quarteira, que faz parte da Rede, "esta iniciativa pioneira" foi criada para se tornar um representante da pesca artesanal em fóruns internacionais e para enfrentar os desafios que se colocam ao setor, para conseguir uma pesca sustentável em termos ambientais e sociais.

Segundo a QUARPESCA, as 24 organizações de pesca juntaram-se também com o objetivo de trocar "experiências e soluções para os desafios que unem todas essas comunidades", como a crise climática, a perda de biodiversidade e a crise eco social.

A Rede Ibero-Americana também pretende trabalhar nas políticas de gênero e tornar o setor atraente para os jovens, a fim de garantir a mudança geracional.

A RIPAPE foi formalizada no Encontro Internacional da Pesca Artesanal de Pequena Escala, que ocorreu em Espanha no âmbito das comemorações do Ano Internacional da Pesca e da Aquicultura Artesanais (AIPAA) 2022.

RRA // MAG

Lusa/Fim

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.