De acordo com o relatório de gestão de 2017, divulgado na página da companhia na internet, "o resultado líquido apresentou uma recuperação de 44% em relação ao valor de 2016, somando um prejuízo de 439 milhões de euros e um prejuízo líquido atribuível a acionistas de 490 milhões de euros".

Por seu lado, o EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) baixou 15,1%, de 352,6 milhões de euros para 299,4 milhões de euros no ano passado.