"Nas medidas de redução da tributação, defende-se a redução das taxas do IVA, do IRC, da derrama estadual, do IRS e das tributações autónomas. Renovando-se ainda a proposta de extinção definitiva do Pagamento Especial por Conta [PEC]", pode ler-se nas propostas.

O conjunto de sugestões do CNCP, composto pela Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP), Confederação do Comércio e Serviços de Portugal (CCP), Confederação Empresarial de Portugal (CIP), Confederação Portuguesa da Construção e do Imobiliário (CPCI) e Confederação do Turismo de Portugal (CTP), está a ser apresentado em conferência de imprensa na Culturgest, em Lisboa, contando com a presença dos respetivos líderes.

O presidente da CCP, que este semestre atua como porta-voz dos patrões, salientou o facto de esta ser a "primeira vez" que os patrões apresentam em conjunto as suas propostas para o Orçamento do Estado.

"São propostas realistas, não são maximalistas", vincou, afirmando esperar que o OE2022 "olhe para as empresas", pois "infelizmente, no ano passado, não olhou suficientemente".

JE // JNM

Lusa/Fim

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.