"Oito pessoas morreram e várias ficaram feridas. O balanço está a ser clarificado", afirmou o Comité, responsável pelas principais investigações criminais, num comunicado.

O Ministério da Saúde da região russa de Perm relatou, de acordo com a agência de notícias Associated Press (AP), pelo menos 14 feridos.

Alunos e funcionários do estabelecimento de ensino trancaram-se nos quartos e locais de trabalho, respetivamente, e a universidade recomendou que aqueles que pudessem deixassem o campus, referiu a AP.

O atirador foi detido posteriormente, disse o Ministério do Interior da Rússia. O Comité de Investigação abriu uma investigação de homicídio após o incidente.

A agência de notícias estatal Tass, citando uma fonte não identificada da polícia, referiu que alguns estudantes saltaram das janelas de um prédio.

O Ministério da Saúde da região de Perm declarou que entre os feridos estão pessoas atingidas no tiroteio, mas também na tentativa de escapar do prédio.

CSR // PMC

Lusa/Fim

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.