Faustin Archange Touadéra chegou a Luanda no princípio da tarde de hoje e foi recebido no palácio presidencial pelo seu homólogo angolano com quem se reuniu em privado, segundo a agência de notícias angolana, Angop.

 A atual situação política da RCA, que na passada sexta-feira anunciou um cessar-fogo unilateral, por parte do exército, no conflito com grupos rebeldes, centrou a conversa entre ambos os chefes de Estado.

Segundo a Angop, Faustin Archange Touadéra deixou a capital angolana ao final da tarde de hoje e não prestou declarações à imprensa no final da sua visita.

João Lourenço, também presidente em exercício da Conferência Internacional sobre a Região dos Grandes Lagos, tem sido informado regularmente pelo seu homólogo centro-africano sobre a situação naquele país.

De acordo com dados disponibilizados na página oficial do Estado-Maior-General das Forças Armadas (EMGFA), estão empenhados na RCA 188 militares portugueses no âmbito da missão da ONU no país (MINUSCA).

No âmbito da missão da União Europeia (EUTM-RCA) de formação e aconselhamento das forças de segurança e defesa, estão empenhados outros 20 militares.

Em 30 de setembro, a 10.ª Força Nacional Destacada (FND) para a RCA, composta por 180 militares, recebeu o Estandarte Nacional, prevendo-se que esteja operacional a partir de 15 de novembro.

DYAS // VM

Lusa/Fim

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.