Os parisienses abriram o marcador aos 39 minutos, numa combinação entre argentinos, com Angel di María a cruzar para o interior da área e Mauro Icardi a finalizar à segunda tentativa, depois de uma primeira defesa do guarda-redes Steve Mandanda.

Com Neymar a iniciar a partida no banco de suplentes, juntamente com o internacional português Danilo Pereira, o PSG dilatou a vantagem perto do final do encontro, precisamente através do avançado brasileiro, que tinha sido lançado para o lugar de Di María.

Icardi isolou-se perante Yohann Pelé, que tinha rendido Mandanda ao intervalo, e o guardião acabou por derrubar o avançado e cometer grande penalidade. Na conversão do castigo máximo, Neymar não perdoou e fez o segundo do PSG, aos 85 minutos.

Numa altura em que Danilo já tinha entrado no PSG, o Marselha ainda relançou o encontro, com um golo de Dimitri Payet, aos 89 minutos, só que os parisienses não deixaram fugir o triunfo, que lhes conferiu mais um troféu para o palmarés.

O PSG arrecadou a oitava Supertaça francesa consecutiva e a 10.ª do seu historial, num total de 13 participações nesta prova.

Apenas 10 dias depois de ter rendido Thomas Tuchel no comando técnico do PSG, o argentino Mauricio Pochettino conquistou não só o primeiro troféu pelos parisienses, mas também o primeiro da sua carreira de treinador.

MO // VR

Lusa/Fim

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.