No documento, o FC Porto detalha que a renovação do médio internacional português, que assinou até 2025, tem um custo de 16.945.662 euros, que surge indicado como encargos adicionais.

"A rubrica encargos adicionais refere-se a gastos relacionados com as aquisições de direitos económicos, nomeadamente encargos com serviços de intermediação, serviços legais, prémios de assinatura de contratos, entre outros custos relacionados com a aquisição dos direitos económicos. Inclui também o efeito da atualização financeira das contas a pagar a médio prazo originadas por estas transações", explicam os 'dragões'.

Em relação a Otávio, mais à frente do documento, os 'dragões' abordam o prémio de assinatura: "à celebração e/ou renegociação de contratos de trabalho, nomeadamente no que se refere a prémios de assinatura no montante de 14.990.711 euros relativos, essencialmente, ao jogador Otávio".

O relatório indica ainda que a contratação do brasileiro Pepê teve um valor total de 16,7 milhões de euros, por 100 por cento dos direitos económicos, sendo também revelados os 4,8 milhões pagos por Mehdi Taremi (85% dos direitos económicos), os 4,2 milhões por Zaidu (100%) e os 3,4 por Toni Martinez (75%), além dos 8,7 por 80% dos direitos do avançado Evanilson.

Os valores pagos ao Vitória de Guimarães pelos jogadores Romain Correia e João Mendes também estão no relatório. Romain Correia custou cerca de 11,3 milhões de euros e João Mendes cerca de 2,8 milhões, depois de reduzidos valores de cerca de 870 mil euros de encargos adicionais.

O Vitória de Guimarães tinha revelado no seu Relatório e Contas que os médios Francisco Ribeiro e Rafael Pereira, que alinhavam no FC Porto e seguiram para a equipa vimaranense, custaram 15 milhões de euros.

AJO // VR

Lusa/Fim

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.