A Juventus, em gestão para a Liga dos Campeões, marcou pelo argentino Gonzalo Higuaín (1-0), aos cinco minutos, mas a Roma deu a volta ainda antes do intervalo com golos do croata Nikola Kalisic (1-1), aos 23, e do argentino Diego Perotti (1-2), aos 44, de grande penalidade.

Na segunda parte, a Roma dilatou a vantagem novamente por Diego Perotti (1-3), aos 52 minutos, ao finalizar uma jogada conduzida por Nicolò Zaniolo, e sentenciou a primeira derrota em casa da Juventus na Série A ao fim de 39 jogos (desde maio de 2018).

Na luta pela segunda posição, em aberto para três equipas até à derradeira jornada, o Inter Milão levou a melhor com um triunfo por 2-0 em casa da Atalanta, um dos concorrentes diretos, com golos de Danilo D'Ambrosio, no primeiro minuto, e do inglês Ashley Young, aos 20.

A Atalanta, a equipa mais concretizadora da Série A, com 98 golos, apesar da derrota com o Inter Milão manteve a terceira posição, a mesma que alcançou na época anterior, uma vez que o adversário direto Lazio perdeu por 3-1 em casa do Nápoles.

O espanhol Fabián Ruiz, aos nove minutos, Lorenzo Insigne, aos 54, de grande penalidade, e Matteo Politano, aos 90+2, foram os marcadores dos golos do Nápoles, que terminou o campeonato no sétimo lugar e fora dos lugares europeus.

A Lazio marcou pelo já virtual Bota de Ouro e melhor marcador da Série A Ciro Immobile, que, com os 36 golos apontados na presente temporada, superou o máximo do argentino Gonzalo Higuaín, obtido em 2015/16, ao serviço do Nápoles.

O AC Milan, com o português Rafael Leão a titular, foi substituído por Bonaventura, aos 38 minutos, venceu por 3-0 o Cagliari, com golos do estónio Ragnar Klavan, aos 10 minutos, na própria baliza, do sueco Zlatan Ibrahimovic, aos 55, e do espanhol Samu Castillejo, aos 57.

Independentemente do resultado do jogo com o Cagliari, o AC Milan tinha já garantido o sexto lugar da tabela classificativa, que lhe permite disputar a qualificação para a fase de grupos da Liga Europa de 2020/21.

O despromovido Brescia despediu-se da Série A com um empate a 1-1 na receção à Sampdoria, que chegou à vantagem pelo francês Mehdi Léris, aos 41 minutos, após o seu colega Fabio Quagliarella, aos 27, ter desperdiçado uma grande penalidade.

O Brescia, que tal como a SPAL já há algumas jornadas tinha traçado o destino rumo à Série B, empatou por Ernesto Torregrossa (1-1), na conversão de uma grande penalidade aos 49 minutos.

O encontro assinalou ainda a despedida do central e capitão do Brescia Daniele Gastaldello, de 37 anos, que deixou o relvado aos 59 minutos, por troca com Alessandro Semprini, para uma homenagem, sem público, praticamente 'privada'.

APS // NFO

Lusa/Fim

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.