Em comunicado, o Centro Integrado de Gestão de Crise (CIGC) explica que além de 67 casos detetados em Díli na quarta-feira e hoje, foram registados mais cinco em Baucau, segunda cidade do país, e 20 casos em Ermera, a sul da capital.

Registaram-se ainda um caso em Covalima, junto à fronteira, e cinco em Ainaro.

Os dados divulgados num comunicado assinado por Rui Araújo, um dos coordenadores do CIGC, dão conta de que no mesmo período um total de 90 pessoas foram dadas como recuperadas, com um total de 493 casos ativos.

Estes casos positivos correspondem a 8,7% do total de 1.125 testes realizados pelo Laboratório Nacional, dos quais 530 a pessoas que pediram autorização para sair da cerca sanitária.

Todos os casos anunciados hoje estavam positivos com o SARS-CoV-2, mas nenhum tinha sintomas de covid-19.

Com os novos casos há atualmente infeções confirmadas num total de oito municípios, sendo que só em Díli foram detetados no último mês um total de 689 casos.

Rui Araújo informou ainda que um caso considerado moderado já recuperou, tendo tido alta na quarta-feira.

Um paciente em estado grave também melhorou e hoje passou a estar apenas em oxigénio por cânula.

Em Díli há agora 21 focos de propagação da doença, sendo que o mais recente é o próprio Centro de Convenções de Díli (CCD) onde está instalado o CIGC e onde foram detetados cinco casos de infeção.

Três casos positivos detetados em Liquiçá no passado dia 05 de abril foram entretanto transferidos para isolamento em Díli.

Em Baucau os cinco novos casos aumentaram para 34 os detetados na região, com 11 focos de infeção.

No caos de Ermera, os 20 casos detetados foram transferidos para Díli, sendo o caso de Covalima o de uma pessoa que viajou para a capital a 02 de abril.

Também os cinco casos de Ainaro foram transferidos para Díli.

Timor-Leste registou até ao momento apenas uma morte associada à covid-19, ocorrida no início desta semana. 

ASP // JH

 

Lusa/FIm

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.