Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Contactada pela Lusa, fonte da ANA – Aeroportos de Portugal disse que “para já [cerca das 09:45] não há voos cancelados” para Paris-Orly, mas “provavelmente pode ser que venham a ser divergidos para o aeroporto Charles de Gaulle”.

Segundo a mesma fonte estão previstos para hoje 20 voos, partidas e chegadas, dos aeroportos portugueses para Orly-Paris.

“Aconselhamos os passageiros com destino a Orly que vejam frequentemente o estado dos voos antes de irem para o aeroporto de Lisboa, dado que as companhias aéreas podem ter de tomar a decisão de divergir o seu voo”, acrescentou a mesma fonte.

Dois voos da TAP com destino a Paris-Orly tiveram hoje de ser divergidos para a pista de Charles de Gaulle, e um terceiro, igualmente com o mesmo destino, e que já se encontrava fechado, “foi adiado pelo menos até ao meio-dia”, hora até que aquele aeroporto francês estará fechado segundo as primeiras informações dadas à TAP, explicou fonte da TAP à Lusa.

O tráfego aéreo foi hoje "completamente interrompido no aeroporto de Orly, nos arredores de Paris, depois de um homem ter sido abatido pelas forças da ordem, anunciou uma fonte da aviação civil, citada pela AFP.

Segundo o Ministério do Interior francês, hoje de manhã, cerca das 7:30 de Lisboa, um homem foi abatido no aeroporto de Orly, em Paris [França], pelas forças da ordem, depois de ter roubado uma arma a um militar do dispositivo de vigilância antiterrorista.

Cerca das 7:30 de Lisboa (8:30 em Paris), "um homem tirou a arma a um militar e depois refugiou-se numa loja do aeroporto antes de ser abatido pelas forças de segurança", declarou à AFP um porta-voz do Ministério do Interior.

A mesma fonte afirmou que não há feridos e, segundo testemunhas, o aeroporto começou a ser evacuado depois do incidente.