Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

De acordo com este responsável, o ministro-adjunto da Proteção civil grego, Nikos Toskas, foi informado pelas autoridades francesas que o pacote armadilhado enviado para o FMI foi expedido a partir de Atenas, à semelhança do enviado para o Ministério das Finanças alemão. Este primeiro envio foi reivindicado na manhã de quinta-feira pela Conspiração das células de fogo.

O pacote, que continha uma “mistura explosiva” frequentemente usada em pirotecnia e que pode causar ferimentos significativos, foi descoberto na central de correspondência do Ministério das Finanças alemão e, segundo fonte policial em Atenas, também enviado desde a Grécia.

A polícia alemã fez saber na quarta-feira que tinha descoberto um pacote “com explosivos” no edifício do Ministério das Finanças onde o ministro Wolfgang Schaüble deveria receber hoje o seu homólogo norte-americano, Steven Mnuchin.

As autoridades gregas afirmaram então que os dois países estavam a trabalhar em conjunto no caso e a tentar descobrir como saiu da Grécia um pacote com material explosivo.

Wolfgang Schaüble tornou-se extremamente impopular na Grécia com o desenrolar da crise da dívida no país.