Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

O concerto ao ar livre do cantor de rock Indio Solari foi inesperadamente invadido por quase o dobro dos espetadores esperados, provocando uma situação “incontrolável” de acordo com o presidente da câmara local, Ezequiel Galli.

“Não esperávamos tanta gente”, acrescentou o autarca, responsabilizando a produção do concerto pelo sinistro que fez duas vítimas mortais e 12 feridos, levados para o hospital, e um deles, uma mulher, teve de ser internada nos cuidados intensivos.

A multidão “entrou por todo o lado, e mais de 100 mil veículos entraram na cidade”, onde vivem 130 mil habitantes, acrescentou Ezequiel Galli numa conferência de imprensa.

Os concertos de Indio Solari, 68 anos, que revelou no ano passado sofrer de Parkinson, atraem regularmente multidões de fãs de várias gerações oriundos de todo o país.