Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

De acordo com o Observatório Astronómico de Lisboa, o Equinócio da primavera começa hoje às 10:29.

“Neste início de semana vamos ter uma descida das temperaturas máxima e mínima. Hoje ainda vamos ter um dia com céu pouco nublado ou limpo em todo o território (…) mas, amanhã [terça-feira] já vamos ter um dia muito diferente”, disse o especialista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com Ricardo Tavares, na terça-feira prevê-se precipitação em geral fraca nas regiões do Norte e Centro e depois estendendo-se gradualmente às restantes regiões e vento de noroeste a soprar fraco a moderado, temporariamente moderado a forte nas terras altas.

“De referir que na terça-feira está prevista queda de neve acima dos 1.600 metros logo no início do dia e gradualmente a quota vai descendo até aos mil metros”, adiantou.

O meteorologista do IPMA destacou também que até quarta-feira está prevista uma descida acentuada das temperaturas.

“Estamos a falar de uma descida para hoje nalguns locais entre os 03 e os 06 graus da temperatura máxima. Amanhã [terça-feira] uma descida entre os 03 e os 06 e na quarta da mínima e máxima entre os 02 e os 04 graus. A descida vai ser ao longo dos três dias e o valor da descida não é igual em todas as regiões do território”, disse.

Segundo Ricardo Tavares, está previsto para Lisboa na quinta-feira 06 graus de temperatura mínima e 12 de máxima.

“A partir do final da semana a tendência é para as temperaturas começarem a subir, mas vão manter-se baixas ao longo dos próximos dias. Vamos ter um início de primavera molhado e frio”, disse.

Segundo informação disponível na página do Observatório Astronómico de Lisboa, em 2017, o Equinócio da primavera às 10:29.

“Este instante marca o início da primavera no Hemisfério Norte. Esta estação prolonga-se por 92,79 dias até ao próximo Solstício que ocorre no dia 21 de junho às 05:24”, é referido.

Pólenes com níveis muito elevados esta semana em Portugal continental

Os pólenes vão estar com níveis muito elevados, nos próximos dias, em todas as regiões de Portugal continental, de acordo com o primeiro Boletim Polínico da Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica (SPAIC) divulgado hoje.

Entre hoje e sexta-feira, os níveis de pólenes vão estar elevados em várias regiões do continente, adianta a SPAIC, que vai divulgar um Boletim Polínico todas as semanas e durante a primavera, estação propícia a alergias, que começa hoje.

De acordo com a SPAIC, os pólenes predominantes em Portugal continental serão das árvores pinheiro, plátano, cipreste e carvalhos e das ervas urtiga e parietária.

Em Lisboa (região de Lisboa e Setúbal), os pólenes encontram-se em níveis muito elevados, com predomínio dos pólenes das árvores plátano, pinheiro, cipreste e carvalhos e das ervas urtiga e parietária.

No Porto (região de Entre Douro e Minho), os pólenes encontram-se em níveis elevados, com predomínio dos pólenes das árvores cipreste e pinheiro e da erva urtiga.

A SPAIC adianta também que no Funchal (região autónoma da Madeira), os pólenes encontram-se em níveis baixos, com destaque para os pólenes de cipreste e erva parietária.

Em Ponta Delgada (região autónoma dos Açores), os pólenes encontram-se em níveis moderados, com predomínio dos pólenes das árvores pinheiro, plátano e cipreste e da erva urtiga.