Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

“A próxima vez que os sírios usarem os seus sistemas de defesa aérea contra os nossos aviões, vamos destruí-los sem a menor hesitação”, disse à rádio pública.

Aviões israelitas que na sexta-feira participaram numa operação para intercetar uma suposta transferência de armas para as milícias do Hezbollah na Síria foram visados por um míssil sírio, míssil que foi no entanto intercetado.

As Forças Armadas sírias anunciaram, após o incidente, ter abatido um avião israelita e atingido outro, o que é negado por Israel.

Israel e a Síria continuam oficialmente em guerra há décadas. As relações agravaram-se ainda mais com o apoio prestado ao regime sírio pelo movimento xiita libanês do Hezbollah e pelo Irão, dois dos maiores inimigos de Israel.