Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

"Como sabem, não comento processos concretos, nem comentários sobre processos concretos, nem comentários sobre comentários, nem qualquer tomada de posição. Não tenho nada a comentar", disse Marcelo Rebelo de Sousa, falando aos jornalistas à margem de uma cerimónia em Lisboa.

Sócrates disse esta sexta-feira, em conferência de imprensa, que entregou uma ação contra o Estado por considerar que há uma "escandalosa violação dos prazos máximos do inquérito" por parte do Ministério Público na operação Marquês.

O chefe de Estado, questionado pelos jornalistas sobre esta novidade, insistiu: "O que tinha a dizer em geral sobre a Justiça portuguesa já disse, sobre a vantagem de a Justiça funcionar de forma a responder a necessidades cada vez mais urgentes e complexas da sociedade portuguesa. Mas não vou comentar nenhum processo completo".

José Sócrates esteve preso preventivamente mais de nove meses e está indiciado por fraude fiscal qualificada, branqueamento de capitais e corrupção passiva para ato ilícito.

Dois anos após o início do inquérito, que a 20 de novembro de 2014 fez as primeiras detenções, a investigação do Ministério Público continua sem que exista acusação ou arquivamento, estando prevista uma decisão para 17 de março.