Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

A SIC avança também que quer a aprovação final do nome, quer a comunicação oficial, pertence a Miguel Pinto Luz, presidente da distrital. O anúncio deverá ser feito este domingo.

Passos Coelho já tinha indicado anteriormente, sem confirmar ou indiciar formalmente o nome da deputada, que tinha feito "uma boa escolha".

"Eu julgo que será uma boa escolha e que permitirá ao PSD ter uma afirmação em Lisboa de acordo com aquilo que é a nossa tradição, ter um projeto para a capital e poder mobilizar as pessoas, não apenas para uma campanha, mas para um mandato que nós gostaríamos que fosse muito diferente daquele que tem existido até aqui", afirmou, em declarações aos jornalistas durante uma visita à Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), vincando que o objetivo do partido na capital é o mesmo que para o país, "ganhar".

Sobre o 'timing' do anúncio, o líder do PSD disse que não será ele a fazê-lo, mas a distrital de Lisboa do partido, que reunirá durante o fim de semana.

Interrogado se o objetivo do PSD em Lisboa é ficar à frente de Assunção Cristas, Passos Coelho disse que a meta "é ganhar as eleições autárquicas" e ganhar em todas as câmaras onde concorre.

"Esse é um objetivo de um grande partido - pode conseguir ou pode não conseguir, mas jogamos sempre para ganhar", disse.

Teresa Leal Coelho é vereadora da Câmara de Lisboa, deputada e vice-presidente do PSD.