Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Na mensagem, publicada na página na Internet da Presidência da República, Marcelo Rebelo de Sousa “recorda e expressa a sua solidariedade para com todos aqueles que perderam os seus familiares perante as atrocidades terroristas e para com todos os que testemunharam e sofreram com a devastação dos ataques perpetrados”.

“Portugal, como todos os países que respeitam o valor da vida humana e os princípios que movem os Estados Democráticos, continuará a condenar veementemente estes atos e continuará a contribuir para denunciar todas as formas de terrorismo em todo o mundo”, lê-se na mensagem do Presidente.

O Dia Europeu das Vítimas do Terrorismo é assinalado hoje, dia 11 de março, em memória dos atentados de Madrid de 2004, também conhecidos como 11-M.

Nesse ano, estes atentados fizeram quase 200 mortos na capital espanhola.

Treze anos depois do 11-M, a União Europeia (UE) enfrenta uma ameaça terrorista sem precedentes e, nos últimos dois anos, vários países do bloco comunitário foram cenário de atentados terroristas.