Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

“Não me demiti. Fui exonerado há alguns instantes”, escreveu na sua conta da rede social Twitter.

“Ter sido procurador do distrito sul do Estado de Nova Iorque vai permanecer a mais bela honra de toda a minha carreira profissional”, acrescentou.

Ao supervisionar este distrito, que inclui Manhattan, centro financeiro e onde se concentram poderosas fortunas, incluindo a do atual Presidente Donald Trump, Preet Bharara, um advogado de origem indiana naturalizado norte-americano, era o mais destacado dos procuradores em funções nos Estados Unidos.

Com 48 anos, possui a reputação de combate inflexível aos crimes de “colarinho branco” e corrupção pública. Foi nomeado por Barack Obama em 2009, garantindo uma imagem de independência, e nos sete anos em funções promoveu diversos inquéritos que visaram responsáveis republicanos e democratas, até às mais altas esferas.

Algumas das suas investigações são designadamente dirigidas aos círculos próximos do governador democrata do Estado de Nova Iorque, Andrew Cuomo.