Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Em comunicado, a direção da PSP adianta que foram destruídas 3.129 armas numa empresa especializada depois de terem sido apreendidas ou entregues voluntariamente ao Estado pelos seus detentores ou achadores.

As armas, entre as quais pistolas, revólveres, espingardas, punhais, navalhas, espadas, foram destruídas devido ao seu estado de degradação já que eram inúteis para atividade operacional, formativa, cultural ou museológica das forças de segurança.

Em 2016, a PSP realizou sete operações de destruição de armas, num total de cerca de 24 mil armas de fogo e armas brancas.