Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

“Sucesso o leilão dos aeroportos de Fortaleza, Porto Alegre, Salvador e Florianópolis. Reconquistamos credibilidade no cenário internacional”, escreveu o Presidente na rede social Twitter.

Segundo Temer, “o leilão dos aeroportos teve lucro de 700 milhões de reais [210 milhões de euros]. Acerto do programa de concessões [PPI], a cargo da Secretaria Geral da Presidência da República”.

No final da manhã de hoje o país arrecadou 3,72 mil milhões de reais (1,11 mil milhões de euros) num leilão que concedeu à iniciativa privada a administração dos aeroportos de Fortaleza, no Estado do Ceará, Salvador, na Bahia, Florianópolis, em Santa Catarina e Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

O negócio representou um teste para o Governo de Michel Temer, que anunciou um ousado plano de concessões para destravar os investimentos e reaquecer a economia brasileira, que está em recessão há mais de dois anos.

O consórcio alemão Fraport AG Ferankfurt Airport Services conquistou as concessões dos aeroportos de Fortaleza e Porto Alegre.

Já o grupo francês Vinci Airports arrematou o aeroporto de Salvador, enquanto o consórcio liderado pela empresa suíça Zurich Airport International AG venceu o leilão de Florianópolis.

As novas administradoras terão que fazer investimentos em melhorias dos quatro aeroportos brasileiros, que totalizam cerca de 6,61 mil milhões de reais (1,98 mil milhões de euros) durante sua administração.