Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

“O Presidente está muito preocupado com a divulgação de informações secretas que enfraquece a nossa segurança nacional”, declarou Sean Spicer, a propósito da divulgação de documentos sobre as operações de ciberespionagem da CIA (Central Intelligence Agency).

“Ele pensa que os sistemas da CIA são obsoletos e devem ser modernizados”, acrescentou o porta-voz da Casa Branca, indo ao encontro das críticas feitas também hoje pelo fundador do portal WikiLeaks, Julian Assange, que acusou a agência de inteligência norte-americana de “incompetência devastadora” por ter armazenado num único “sítio” informações sensíveis.

De acordo com os cerca de 9.000 documentos publicados esta semana pelo portal Wikileaks, a CIA é capaz de realizar, através de ferramentas informáticas, escutas em praticamente qualquer aparelho eletrónico, sejam telemóveis de última geração, computadores ou televisores que estejam ligados à Internet.

A CIA acusou entretanto o portal WikiLeaks de ajudar os inimigos dos Estados Unidos ao revelar os seus métodos.