Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

"Deixe-me falar-lhe sobre o Twitter. Acho que provavelmente não estaria aqui se não fosse pelo Twitter, porque sou alvo de tanta imprensa falsa e desonesta. Quero dizer, se olharem para... e não estou a incluir a Fox, porque acho que a Fox foi justa para comigo. Mas se olharem para a CNN e outras estações...", lamentou Trump numa entrevista para a Fox News, conduzida por Tucker Carlson.

"... CBS, ABC, veja o que está a acontecer - eu chamo-lhe imprensa falsa, os media falsos. É uma desgraça o que se está a passar", continuou.

Trump também se referiu à rede social como "a sua forma de media". "Muitas das notícias não são honestas. E quanto tenho quase 100 milhões de pessoas a verem-me no Twitter, Facebook e Instagram (...) eu tenho a minha própria forma de media", explicou.

"O Twitter é algo fantástico para mim, porque me permite difundir as minhas palavras", explicou Trump, insistindo mais uma vez de é vítima de má imprensa e listando alguns dos meios que critica.

"Ninguém na história teve imprensa mais desonesta do que eu. Se for ver algumas peças no 'The New York Times'. Se for ver histórias no 'The Washington Post'. Veja o que se passa na CBS, na NBC e em particular na ABC, veja a CNN. É um completo assassinato [político]. Não interessa o que fazes, não interessa quão bem ou quão bom, nunca o relatam de forma positiva", disse.

Trump admitiu ainda nesta entrevista que por vezes pede opinião a terceiros antes de fazer uma publicação no Twitter, e adiantou que às vezes é a sua equipa a pedir-lhe que se manifeste sobre determinado tema.

Veja aqui a entrevista.