Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Os recursos identificados permitirão produzir, em estimativa, 120 mil barris por dia. Esta é a descoberta mais importante da companhia desde 2009, segundo um porta-voz.

"A Repsol e o seu sócio Armstrong Energy realizaram no Alasca a maior descoberta convencional de hidrocarbonetos conseguida nos últimos 30 anos em solo norte-americano", informou a empresa em comunicado.

A Repsol  estava a explorar o Alasca ativamente deste 2008, escreve o El País e, desde 2011 a empresa tem vindo a fazer várias descobertas na zona de North Slope.

Apesar de se considerar uma área já madura, escreve o diário espanhol, as novas descobertas revelaram um novo grande potencial. Além disso, as infraestruturas existentes no Alasca vão permitir que a exploração ocorra com maior eficiência.

O objetivo da Repsol é produzir este ano - no conjunto de toda a sua produção - 700 mil barris de por dia.