O foguete mais poderoso do mundo, o Falcon Heavy da SpaceX, descolou da plataforma de lançamento, no Cabo Canaveral (Flórida), nos Estados Unidos, esta terça-feira, para o seu aguardado voo de teste, com o carro Tesla vermelho do magnata Elon Musk a bordo, rumo a uma órbita em torno sol, e que passará próxima de Marte.

Ao som da música "Space Oddity", de David Bowie, o Falcon Heavy, com 70 metros de altura e capaz de transportar mais de 66 toneladas, ligou os seus 27 motores e descolou às 15:45 locais (20:45 em Portugal) da plataforma LC-39A, a mesma plataforma a partir da qual descolaram os foguetões das missões Apollo com destino à lua (1961-1972).

 

Milhares de pessoas, entre gritos e aplausos, assistiram ao lançamento a partir das áreas autorizadas para o efeito no Centro Kennedy da NASA. "Estou sem palavras", disse mesmo uma das apresentadoras durante a transmissão em direto da SpaceX nas redes sociais.

Reveja aqui a descolagem do foguetão Falcon Heavy
Reveja aqui a descolagem do foguetão Falcon Heavy
Ver artigo

Um carro elétrico da Tesla, vermelho, é a carga que o Falcon Heavy transporta nesta viagem. O presidente da SpaceX, Elon Musk, também dirige a empresa de automóveis Tesla.

A bordo do veículo segue o astronauta Starman, um manequim vestido com um fato espacial, e que dá, em direto e disponível online, uma visão daquilo que vivencia numa órbita em torno do sol. À sua frente um pequeno ecrã exibe a mensagem "Don't Panic" (Não entres em pânico, em português), uma pequena homenagem a Douglas Adma's, autor da banda desenhada Hitchhiker’s Guide to the Galaxy. De acordo com o próprio Musk, no porta-luvas há também uma toalha.

O objetivo da empresa SpaceX é usar o foguetão gigante para transportar satélites mais pesados para o espaço e até, no futuro, seres humanos, graças à sua potência e capacidade apenas superados pela aeronave Saturn V, que atuou nas missões Apollo nas décadas de 60 e 70.