Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

O momento ocorreu durante uma entrevista à BBC, a propósito do afastamento recente da Presidente sul-coreana, Park Geun-hye . Através de uma videochamada da aplicação de conversação Skype, o jornalista James Menendez entrevistava o professor especialista em ciência política e diplomacia Robert E. Kelly, quando o insólito aconteceu.

De repente, em segundo plano, duas crianças entram dentro da divisão onde estava o entrevistado e roubam a atenção do espectador.

Como se não bastasse, quem está a ver é ainda surpreendido quando surge uma terceira pessoa, uma mulher que entra, que se lança ao chão e numa rápida ginástica tentar apanhar as crianças. Um momento sério que se cruzou com alguns segundos de divertimento.

Ao ouvir o barulho das crianças, serenamente e aparentemente sem alarme, Robert E. Kelly pede desculpas e continua o seu discurso.

Como conta o jornal britânico The Telegraph, a jornalista da BBC Julia Macfarlane escreveu, num tweet que entretanto foi apagado: “Quando as crianças interrompem-te no meio de um direto para a televisão… Um momento amoroso assegurado com maestria pelo nosso convidado, esta manhã, na Coreia do Sul".