Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

O motorista atropelou primeiro dois pedestres, causando a morte a um deles, e, numa tentativa de fuga, atropelou três grupos de músicos que caminhavam a pé pela beira de uma estrada.

Os serviços de emergência chegaram rapidamente ao local do atropelamento e levaram os feridos para o hospital de Gonaives, enquanto a polícia teve de conter a população em fúria.

De acordo com Faustin Joseph, coordenador da Proteção Civil do departamento de Artibonite, "as pessoas que ficaram feridas tentaram incendiar o autocarro com os passageiros lá dentro" e foram impedidas pela polícia local. "O autocarro, os passageiros e o motorista foram levados para a esquadra de Gonaives", acrescentou.

Num comunicado, o presidente do Haiti, Jovenal Moise, já expressou a sua "profunda tristeza pelo terrível acidente" e decretou que se abra uma investigação para "esclarecer o mas rapidamente possível a tragédia".