Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

“Gostaríamos de ver tratado com maior ênfase o tema da inovação, motor essencial da economia europeia”, disse o primeiro-ministro, em conferência de imprensa realizada em Bruxelas.

A outra referência proposta por Lisboa para ser registada na Declaração de Roma é “a defesa dos direitos humanos e a promoção da igualdade de género”.

O chefe do Governo salientou ainda a necessidade de se “aprofundar e completar a União económica e Monetária", que considerou "uma condição essencial" para se ter uma base sólida sobre a qual se possa construir novos avanços do projeto europeu.

No dia 25 celebra-se na capital italiana os 60 anos da assinatura do Tratado de Roma, que originou o que é hoje a União Europeia.

Costa participou na quinta-feira e hoje em reuniões do Conselho Europeu.