O SAPO 24 conclui hoje o projeto de cobertura das eleições autárquicas que teve início no final de agosto com o lançamento do SAPO 24 – Local e que culminou no domingo com uma emissão especial de cobertura da noite eleitoral inédita, com debate em estúdio e com presença nos principais locais onde se decidiam as eleições e ligação a vários pontos do país em parceria com jornais regionais. Até ontem mantivemos uma ferramenta de consulta dos resultados eleitorais que permitiu aos nossos utilizadores saber em detalhe quem ganhou e como se repartiram os votos nos 308 concelhos e nas 3091 freguesias.

A adesão dos nossos utilizadores mostra que esta foi uma aposta ganha. No domingo, mais de 600 mil pessoas estiveram no SAPO 24 a acompanhar a nossa cobertura editorial, tendo realizado mais de um milhão de visitas ao site num só dia. A duração média das visitas ao site foi de 10 minutos e 17 segundos, número que traduz um tempo de permanência acima da média nos sites de informação.

Também nas redes sociais, e nomeadamente na página de Facebook do SAPO 24 onde decorreu o live stream da emissão, foi claro o interesse, participação e adesão da comunidade que segue a página do site. Durante a maior parte da noite estiveram mais de 2 mil pessoas a assistir que registaram mais de 300 comentários.

Para que esta emissão fosse possível, contámos com o apoio e colaboração de um conjunto de pessoas e entidades. A nossa rede de colaboradores que participou não apenas no debate mas no acompanhamento informativo ao longo do mês, através dos artigos de Francisco Sena Santos, Miguel Morgado, Isabel Tavares, José Couto Nogueira, Pedro Fonseca e Pedro Rolo Duarte. Também na nossa rede de colaboradores, o trabalho desenvolvido por Guilherme Duarte, Diogo Faro e Manuel Cardoso que colaboram connosco e que no domingo discutiram em estúdio o tema sempre controverso do humor e da política.

Contámos também com a colaboração ao longo de setembro de vários jornais regionais com os quais estabelecemos parcerias, nomeadamente o Diário da Região (Setúbal), O Interior (Guarda e Castelo Branco), Jornal Nordeste (Bragança) e a Voz de Trás os Montes (Vila Real). Na noite da emissão tivemos também connosco Pedro Santos do podcast É Apenas Fumaça com quem colaboramos desde o início do ano e João Marecos, da página Os Truques da Imprensa Portuguesa que comentou a forma como decorreu a campanha autárquica e os novos formatos da comunicação política. Ainda em estúdio tivemos responsáveis das juventudes dos principais partidos políticos (PS, PSD, PCP, CDS e BE) e Miguel Lopes, professor do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas.

A equipa foi reforçada com um conjunto de alunos finalistas de jornalismo da Escola Superior de Comunicação Social que estiveram em reportagem em vários locais onde decorriam algumas das principais batalhas da noite eleitoral.

“Foi a todos os títulos uma emissão inédita. Desde o facto que tivemos que construir um estúdio em duas semanas e que todo esse trabalho foi desenhado e executado pela nossa equipa, com apoio de vários parceiros como a Digital Azul e a equipa técnica e de design do SAPO, até à produção de uma emissão em streaming que não pretendeu replicar o que as televisões já fazem – e bem – mas sim tirar partido das possibilidades do digital, nomeadamente ao nível da participação em tempo real e da interação com vários interlocutores e isso foi sem dúvida o principal sucesso”, explica Rute Sousa Vasco, responsável editorial do SAPO 24 e uma das sócias da MadreMedia, empresa de media independente responsável pelo site de informação do Portal SAPO.

Os números do SAPO 24 – Local são igualmente muito animadores, nomeadamente porque este é um projeto de continuidade e que vai ser aprofundado e reforçado ao longo dos próximos meses. Neste primeiro mês, as páginas mais procuradas foram as de Braga, Viseu, Beja, Porto, Lisboa, Faro, Vila Real, Bragança e Setúbal, num top que será certamente dinâmico em função dos conteúdos disponibilizados e do fluxo noticioso. Também no âmbito do Local, lançámos a rubrica A Minha Terra que esteve em vários dias no top dos cinco conteúdos mais vistos do dia.

A aposta no jornalismo de proximidade e na utilização de formatos de comunicação que aproximem cada vez mais quem procura notícias e informação com contexto vai ser reforçada ao longo dos próximos meses.