Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Fonte do aeroporto da Madeira disse à agência Lusa que não conseguiram aterrar na ilha e rumaram até 12:30 para o Porto Santo os voos da Luxair (LG771) proveniente de Luxemburgo, o Transavia (TP3962) oriundo de Nantes que fez escala no Porto, o da Edelweiss Air (WK284) de Zurique, o da Norwegian (DY3614) de Copenhaga e o Air Berlin (AB 2646).

Duas aeronaves, uma da Easyjet (7601) e outra da TAP (1685) regressaram a Lisboa.

A mesma fonte adiantou à Lusa que “dos cinco voos que estão neste momento [ao início da tarde] no Porto Santo, dois já foram cancelados”, nomeadamente o proveniente de Zurique e da Transavia”.

“O problema é o vento”, acrescentou, admitindo que a situação “deverá manter-se”.

O último a aterrar hoje na ilha da Madeira foi o Aerovip que faz a ligação com o Porto Santo às 08:04 que regressou aquela ilha pelas 10:07.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou a costa sul da Madeira sob aviso amarelo até à meia noite de domingo devido às previsões de vento forte, com rajadas na ordem dos 85 quilómetros/hora no extremo leste da ilha.

Também a capitania do porto do Funchal recomendou hoje que as embarcações permaneçam nos portos de abrigo devido aos avisos de mau tempo e vento forte na Madeira.