Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Na semana passada, o animal passou sete horas numa mesa de operação em Banguecoque. Os veterinários retiraram do seu sistema digestivo um "tesouro" de cinco quilos de moedas. A tartaruga passou duas décadas no parque de Chonburi onde os visitantes, para atrair sorte, atiravam moedas para o seu tanque.

A história Omsin correu o mundo e parece ter um final feliz. Esta segunda-feira, a tartaruga de 25 anos nadou com relativa facilidade numa pequena piscina do Centro de Investigação Marinha de Chulalongkorn.

"Uma tartaruga pode viver até 80 anos e há a superstição de que atirar moedas fará com que o interessado tenha uma vida mais longa", explica Rungroj Thanawongnuvej, docente da Faculdade de Veterinária de Chulalongkorn.

Nantarika Chansue, veterinária chefe do Centro, afirmou que o caso teve uma consequência positiva: levou a que as pessoas passassem a refletir antes de atirar moedas. A veterinária espera que, um dia, Omsin possa retornar ao mar.