“Segundo os dados que temos, a sobrelotação e o excesso de carga terão originado o naufrágio”, disse o secretário permanente provincial, António Mapure, citado hoje pelo diário Notícias.

A embarcação, com capacidade para 20 pessoas, levava 62 passageiros, fazendo a travessia entre Quirimba e Quissanga, dois distritos costeiros da província de Cabo Delgado.

Os restantes 57 passageiros foram resgatados sem grandes ferimentos, segundo o secretário permanente provincial.

O governo provincial destacou uma comissão multissetorial para a prestação de apoio psicossocial e médico às famílias das vítimas, bem como para analisar as circunstâncias do acidente detalhadamente.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.