“As forças da SAMIM podem confirmar que os terroristas sofreram baixas ao máximo neste combate, em que mais de 30 foram abatidos e um número considerável de armas, munições e equipamento foi apreendido”, lê-se em comunicado.

O combate aconteceu na terça-feira em Nkonga, povoado do distrito de Nangade.

Os dois soldados mortos foram Musa Mpondo, sargento tanzaniano, e Zikamee Kamai, praça das forças do Botsuana.

Um outro militar tanzaniano sofreu ferimentos, acrescenta a mesma nota.

A província de Cabo Delgado enfrenta há cinco anos uma insurgência armada com alguns ataques reclamados pelo grupo extremista Estado Islâmico.

A insurgência levou a uma resposta militar desde julho de 2021 com apoio do Ruanda e da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), libertando distritos junto aos projetos de gás, mas surgiram novas vagas de ataques a sul da região e na vizinha província de Nampula.

O conflito já fez um milhão de deslocados, de acordo com o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), e cerca de 4.000 mortes, segundo o projeto de registo de conflitos ACLED.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.