Pouco passava das 2:00 quando Fernando Medina, candidato à Câmara Municipal de Lisboa, subiu ao palanque para dar os parabéns "ao engenheiro Carlos Moedas e à Coligação Novos Tempos" pela vitória na capital. "É sem dúvida uma vitória pessoal de Carlos Moedas".

Fernando Medina assegurou que se empenhará "pessoalmente na transição de todos os dossiers (...)" e agradeceu "de forma profunda aos lisboetas".

"Foi um privilegio servir esta cidade durante seis anos e faço este momento de despedida com a consciência tranquila, de quem deu o seu melhor para servir esta cidade e o seu povo", disse.

"Por um voto se ganha e por um voto se perde e nessas condições perdi estas eleições (...). Esta é uma derrota que é pessoal e intransmissível", terminou.

Questionado sobre o seu futuro político, Medina disse simplesmente que "não sabe ainda" por onde passará esse futuro. Os próximos dias, adianta, serão para descansar.

Assim que foram conhecidas as primeiras projeções da noite se percebeu que seria renhida a disputa em Lisboa: entre a vitória de Moedas e o empate técnico se foi desenrolando a noite eleitoral — contra aquilo que previam todas as sondagens, que davam vitória certa ao incumbente.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.