Em comunicado enviado à Comissão do Mercados de Valores Mobiliários (CMVM), a Science4you informa que "a Sociedade decidiu não formalizar o contrato de liquidez". A Oferta Pública de Venda (OPV) não vai, assim, realizar-se.

"A Science4you, S.A. (a “Sociedade”) informa que relativamente à oferta pública de venda de até 2.755.102 ações ordinárias, escriturais e nominativas, sem valor nominal, e de subscrição de até 3.367.346 ações ordinárias, escriturais e nominativas, sem valor nominal, representativas, respetivamente, de 19,85% e de 24,26% do capital social da Sociedade, após aumento, pressupondo a integral subscrição (a “Oferta”), considerando que na presente data não está verificada a condição a que a Oferta se encontra sujeita, a Sociedade decidiu não formalizar o contrato de liquidez a que é feita referência na adenda ao prospeto da Oferta aprovada em 14 de Dezembro de 2018", pode ler-se no comunicado. "Em virtude da divulgação de segunda adenda ao Prospeto, as ordens entretanto transmitidas poderão ser revogadas até ao termo do período de aceitação da Oferta", acrescenta a nota.

A empresa 100% portuguesa Science4you — que desenvolve, produz e comercializa brinquedos — anunciou a 8 de novembro a intenção de entrar em bolsa com o lançamento de uma oferta pública de distribuição (IPO), cujo montante poderia atingir 15 milhões de euros.

Em 27 de novembro, a CMVM aprovou o prospeto de Oferta Pública de Distribuição sobre ações representativas de até 44,11% do capital da Science4you, estando prevista a ‘estreia’ na bolsa para dezembro.

O preço de subscrição/compra foi então fixado nos 2,45 euros por ação.

Este objetivo falhou e a empresa avançou com um prolongamento até 1 de fevereiro. O objetivo então era o de celebrar um contrato de liquidez com um intermediário financeiro de forma a incrementar a liquidez que pudesse existir na negociação dos títulos.

Esta quarta-feira, porém, a empresa acabou por recuar nas suas intenções e cancelar a entrada em bolsa.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.