Primeira semana, as promessas cumprem-se. Trump decidiu desfazer o mito que assegura que o que se diz em campanha não é para cumprir. Além do muro que tenciona construir para afastar os mexicanos - muro que quer ver construído também com dinheiro mexicano, o que levou ao cancelamento da visita oficial do primeiro ministro mexicano -, Trump já vociferou e concretizou por escrito as opções mais aterrorizadoras.

Perda de vistos, controlo de cidadão, anunciar os crimes de imigrantes (não vos faz lembrar nada?), corte de financiamento às organizações e instituições que actuam na intervenção voluntária da gravidez, e mais virá nos próximos dias.

A verdade não é a verdade, a História agora pode ser alternativa. Factos? O que é isso?

Oficialmente, Trump e Putin falarão amanhã pelo telefone. Theresa May chega hoje a Washington para ir conversar com o presidente eleito. Merkel e Hollande reunem-se para discutir as novas estratégias norte-americanas, o Brexit, o futuro da NATO e assim.

Daqui de onde estou, o direito ao futuro parece-me ameaçado e gostaria, confesso, que por uma vez as promessas eleitorais fossem apenas bla, bla, bla.

Esta foi a primeira semana do novo mundo.

Bom fim de semana

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.