“Como é do conhecimento público, a MC foi vítima de um ataque informático no passado dia 30 de março. Apesar desta situação, a MC informa que o Continente Online e a ‘app’ Cartão Continente já foram repostos”, referiu o grupo.

Assim, “já é possível comprar ‘online’, consultar e utilizar saldo; visualizar, recuperar e usar cupões, consultar movimentos, vantagens, marcas associadas e informação sobre lojas e ainda beneficiar da caderneta de selos”.

A Sonae MC conta “em breve ter disponíveis os restantes serviços da ‘app’ Cartão Continente: recuperar transações; Continente Pay e novas Adesões à app”, lê-se na mesma nota.

A empresa realçou que “no seguimento deste ataque não há a evidência de que os dados pessoais de clientes tenham sido afetados”, sublinhando que “esta constatação decorre do profundo trabalho forense que tem vindo a ser realizado nos últimos dias”.

“Os dados bancários associados ao serviço Continente Pay, Continente Online e Wells Online não estão nos sistemas da MC, pelo que esta informação não foi de todo comprometida, uma vez que é do domínio único e exclusivo das entidades financeiras”, referiu o grupo.

A empresa lamentou ainda “os constrangimentos causados” pela situação, agradecendo a todos os “colaboradores, clientes, parceiros, fornecedores e concorrentes que se solidarizaram com a empresa”.

“A MC está a trabalhar com as autoridades nacionais e internacionais para se identificar e punir os responsáveis por este ato criminoso”, referiu.

A MC Sonae é a mais recente empresa a ser alvo de um ciberataque em Portugal, depois do grupo Impresa, Vodafone Portugal e dos laboratórios Germano de Sousa, só para citar alguns dos casos conhecidos desde o início do ano.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.