São comuns os casos de pessoas que não gostam de viajar de avião. Umas têm vertigens, outras deixaram de se sentir confortáveis em aviões após incidentes terroristas e desaparecimento de aviões e outras preferem provavelmente ter só os pés bem assentes em terra. Contudo, no mundo globalizado em que vivemos, é inevitável que, quer por motivos profissionais quer por motivos pessoais, tenhamos eventualmente de optar por ir de avião. Para aguentar a viagem, muitos optam pelo uso de calmantes que lhes permitam estar mais relaxados ou mesmo adormecidos durante umas horas, outros refugiam-se em bebidas alcoólicas com o mesmo objetivo e uma parte decide simplesmente sofrer e passar pela ansiedade e pânico.

Com a premissa de que o nível de ansiedade e stress estão correlacionados com a informação que os passageiros têm sobre o voo no qual se encontram, a Taktik Labs, uma empresa russa especializada na criação de apps ligadas a serviços, desenvolveu uma app chamada SkyGuru com foco nestas pessoas que não recorrem a qualquer substância para tornar a viagem de avião mais tolerável.

Assim, pelo valor de 20 dólares na AppStore (a versão grátis não compensa), a SkyGuru permite a recepção de informação em tempo real, mesmo que os smartphones ou tablets não disponham de Wi-Fi ou dados móveis, sobre o voo, os aeroportos, turbulência prevista e estado do avião. Adicionalmente, a app dá sugestões para aumentar o conforto do passageiro durante a sua viagem.

Segundo o criador da SkyGuru, Alex Gervash, o objetivo é dar ao utilizador a sensação de ter um piloto profissional a explicar-lhe tudo o que está a acontecer, durante a viagem. A app está disponível em três línguas: inglês, russo e hebraico.

Até a um máximo de 24 horas antes da viagem, os utilizadores da app deverão introduzir informações relativas ao seu voo, como o número do avião e o horário de partida, de modo a que a app possa descarregar mapas e apresentar previsões.

No momento de partida, a app pode dar informações sobre condições meteorológicas, sobre como o avião se levanta do solo ou sobre para que lado o avião provavelmente se inclinará. Durante o voo, poderá sugerir aquilo que o passageiro estará a ver da janela ou o nível de inclinação em períodos de maior turbulência. Na altura de aterrar, que é aquela que comummente assusta mais as pessoas com medo de voar, a app poderá sugerir, por exemplo, exercícios de respiração de modo a manter o indivíduo focado em si e não no avião.

As principais desvantagens da SkyGuru são o consumo de bateria, que pode obrigar o passageiro a escolher entre reduzir o seu nível de stress ou ter bateria suficiente para quando chegar a terra, e o facto de não permitir o uso simultâneo de uma app de música, umas das técnicas mais usadas para tornar a viagem menos “stressante” e “menos demorada” em alguns casos.

Reduzir o pânico de voo é uma experiência diferente para cada pessoa e certamente haverá estratégias e técnicas que os passageiros irão privilegiar de maneira diferente. Com a introdução da SkyGuru, estas dispõem agora de mais uma para ter em consideração.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.