“Quero apelar ao povo madeirense e portosantense que não se deixe manipular por estas sondagens, que servem para manipular consciências e evitar que as pessoas participem neste ato eleitoral”, afirmou o candidato, durante uma ação de campanha do partido na cidade do Caniço, no concelho de Santa Cruz.

Uma sondagem hoje divulgada, feita pela Euro Sondagem para o Diário de Notícias da Madeira e para a TSF-Madeira, dá conta que o PSD pode eleger 19 deputados, o PS entre 17 e 18, e o CDS-PP 4.

Seguem-se a CDU e o BE com dois deputados e o JPP com um. O Aliança, a Iniciativa Liberal e o PAN podem também conseguir a eleição de um deputado.

Uma outra sondagem divulgada na terça-feira, realizada pela Universidade Católica Portuguesa para a RTP, aponta para a vitória do PSD nas eleições de domingo, mas sem maioria absoluta, obtendo 38% dos votos e elegendo 23 deputados (o mínimo para a maioria absoluta são 24).

Para o candidato do JPP, “é fundamental” os madeirenses irem às urnas para que possam ser resolvidos os “problemas que afligem a região”.

“Os madeirenses continuam com os mesmos problemas de sempre, não sei como é que existem políticos que dormem descansados quando injetam milhões de euros na promoção da Madeira, mas não se resolve a problemática da inoperacionalidade do aeroporto ou das listas de espera na Saúde. Existem milhares de pessoas que morrem à espera de uma cirurgia ou de uma consulta”, apontou Filipe Sousa.

Nesse sentido, o candidato do JPP sublinhou que o partido “é um exemplo de fazer política”, manifestando confiança que os madeirenses os vejam como “alternativa de governo”.

“Somos de confiança e queremos que estes problemas sejam resolvidos”, concluiu.

O JPP surpreendeu nas eleições legislativas da Madeira de 2015, ao eleger cinco deputados para o parlamento local, na sua estreia em sufrágios regionais.

As eleições legislativas regionais da Madeira decorrem no domingo, com 16 partidos e uma coligação a disputar os 47 lugares no parlamento regional.

PDR, CHEGA, PNR, BE, PS, PAN, Aliança, Partido da Terra-MPT, PCTP/MRPP, PPD/PSD, Iniciativa Liberal, PTP, PURP, CDS-PP, CDU (PCP/PEV), JPP e RIR são as 17 candidaturas validadas para estas eleições, com um círculo único.

Nas regionais de 2015, os sociais-democratas seguraram a maioria absoluta – com que sempre governaram a Madeira - por um deputado, com 24 dos 47 parlamentares.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.