O capitão do porto da Praia da Vitória, na Terceira, Paulo Caneco, adiantou que, "cerca das 18.05 locais (mais uma hora em Lisboa), o Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo (MRCC) recebeu a chamada informando que a embarcação de pesca ‘Amigos do Atlântico’ tinha um incêndio a bordo e os seus dois tripulantes tinham sido salvos por uma outra embarcação que estava nas proximidades".

A embarcação estava "à pesca à linha e os dois únicos tripulantes do barco foram resgatados sem ferimentos", acrescentou o capitão do Porto da Praia da Vitória, indicando que se tratava de um barco de pesca costeira com cerca de 12 metros de cumprimento, registada em Angra do Heroísmo, na Terceira.

De acordo com Paulo Caneco, “após a autoridade marítima ter contactado com os dois tripulantes, estes reportaram que o incêndio teve origem num problema elétrico, mas não tiveram possibilidade de extinguir o fogo”.

“A embarcação acabaria por se afundar cerca das 19:45” locais (mais uma hora em Lisboa), segundo referiu o capitão do Porto da Praia da Vitória, acrescentando que “o barco libertou bastante fumo, o que se deveu ao facto de ter a bordo 1.500 litros de gasóleo”.

A autoridade marítima emitiu, na altura, "um aviso à navegação, mas a embarcação ardeu completamente e já não constitui perigo", explicou ainda à Lusa.

Os dois tripulantes “já desembarcarem na Praia da Vitória no barco que os socorreu” e vão ser inquiridos pela Polícia Marítima para se “apurar as circunstâncias exatas do acidente”, indicou.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.