De acordo com a Reuters, a polícia atirou sobre dois suspeitos pela explosão causada por um carro bomba, estando um terceiro ainda em fuga.

A câmara municipal do distrito de Bayrakli, em Esmirna, declarou à cadeia televisiva NTV que pelo menos dez pessoas ficaram feridas, uma com gravidade.

Segundo a agência pró-governamental Anadolu, “dois terroristas” foram mortos pelas forças da ordem nos confrontos que se seguiram, com terceiro suspeito a ser ainda procurado.

A explosão, provocada segundo os ‘media’ turcos por uma viatura armadilhada, ocorreu perto da entrada dos juízes e procuradores, precisou a cadeia televisiva CNN Türk.

As imagens difundidas pela televisão mostravam uma nuvem de fumo, enquanto ambulâncias e veículos da polícia se dirigiam para o local.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.