O Sporting cumpre estágio de pré-temporada em solo suíço e o líder máximo ‘leonino’, acompanhado pelo diretor desportivo Hugo Viana, reuniu-se na sede da FIFA com o presidente Gianni Infantino para dar conta de “duas grandes preocupações”.

“Vivemos numa fase em que há um mercado verdadeiramente selvagem, em que os clubes cada vez estão mais pobres. As receitas vão aumentando, mas, cada vez, o dinheiro não entra nos clubes e tem de uma vez por todas haver coragem para uma regulação das transferências”, referiu Frederico Varandas, em declarações à televisão do clube.

Para o presidente dos ‘leões’, os “clubes tem de se unir nesta guerra”, apontado de seguida o outro aspeto em que a FIFA “deve intervir de vez e com força”.

“O segundo aspeto foi falar da nossa história, da nossa tradição, como um clube que formou os melhores jogadores do futebol português, que formou dois ‘bolas de ouro’, um dos quais o melhor jogador português de todos os tempos e um dos melhores do mundo, tem de ser protegido”, apontou.

Frederico Varandas esclarece que não se refere apenas ao Sporting, mas sim a todos os clubes com dificuldades em segurar atletas ainda em formação.

“Hoje, estes clubes têm uma grande dificuldade a lutar contra gigantes, que chegam a estes jogadores mesmo antes de eles assinarem o primeiro contrato profissional. E nós não temos qualquer tipo de proteção, é um autêntico vale tudo”, finalizou.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.