De acordo com o secretário-geral do sindicato, Hélder Sá, a adesão à greve ronda os 35%, sendo a freguesia de Queijas aquela que registou um maior número de trabalhadores em greve.

As escolas Noronha Feio (em Queijas), Cesário Verde (Linda-a-Pastora), Conde de Oeiras (Quinta do Marquês), António Rebelo de Andrade (Quinta do Marquês) e Maria Luciana Seruca (Paço de Arcos) fecharam durante o dia de hoje.

Segundo Hélder Sá, registaram-se ainda “alguns casos” de escolas que se mantiveram abertas, mas que não conseguiram garantir as refeições aos alunos, tendo os pais sido chamados à escola durante a hora de almoço.

Num comunicado, o STMO esclarece ainda que no concelho de Loures, ao qual se estendeu a greve, a Escola Básica da Bobadela também encerrou.

Os trabalhadores estão hoje em greve “de modo a fazerem valer o seu descontentamento perante a irredutibilidade do Governo na negociação salarial, descongelamento de carreiras e a situação da ADSE”.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.