“O ISQ acaba de lançar um sistema integrado de suporte à decisão para uma agricultura sustentável que ajuda a realizar ações preventivas, integrando métodos de observação da terra via satélite e ‘data science’”, indicou, em comunicado, o grupo.

O objetivo do projeto ‘inteliCROP’ é descobrir padrões “em variáveis climáticas e agronómicas”, permitindo agir, por exemplo, contra problemas fitossanitários.

O ‘inteliCROP’ está integrado na iniciativa da Agência Espacial Europeia “ESA SMALL ARTES” e é financiado pelo Instituto Pedro Nunes, com o apoio da Fundação para a Ciência e Tecnologia e da Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom).

Ao ISQ, único parceiro português, vai caber a criação e teste de algoritmos de inteligência artificial para analisar dados de satélite.

A estrutura de suporte à decisão do sistema é desenvolvida tendo em conta as capacidade dos métodos e dados de observação da terra “com modelação preditiva a partir de métodos de inteligência artificial, para procurar padrões e correlações em variáveis agroclimáticas específicas, possibilitando o mapeamento de ocorrências agrícolas”.

Esta análise "tem o objetivo de prever o aparecimento ou a disseminação da ‘Xylella’ no olival, um problema muito crítico nas culturas europeias”, explicou, citado no mesmo documento, o presidente do ISQ, Pedro Matias.

Por outro lado, este sistema vai fornecer recursos tecnológicos de apoio à decisão “com vista a uma agricultura sustentável”, analisando informações e previsões sobre a produção e a saúde das culturas, “com tempo de decisão adequado bem como planos de contingência”, acrescentou.

Em resposta à agência Lusa, o responsável da unidade de sistemas inteligentes e digitais do ISQ sublinhou que a deteção de eventos como o stress hídrico “poderá ajudar a alocar água a culturas mais necessidades”.

João Ribau referiu também que a deteção atempada de pragas “irá permitir criar planos de contingência e prevenção, tentado evitar prejuízos maiores”.

Para este responsável, embora a ‘Xylella’ ainda não tenha expressão em Portugal, “existem diversas pragas e problemas fitossanitários no setor agrícola em Portugal”, sendo “crucial” a deteção ou previsão de ocorrência das mesmas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.