O número de médicos estrangeiros em Portugal continua a crescer a cada ano que passa e no final do ano passado foi mesmo batido um recorde, de acordo com o que escreve o jornal Público nesta segunda-feira.

De facto, segundo dados recolhidos pelo diário, em dezembro de 2022 eram 4503 os médicos estrangeiros que estavam inscritos na Ordem dos Médicos.

"É o maior número de sempre. Nos últimos anos, continuam a chegar a Portugal médicos de vários países da União Europeia, com Espanha e Itália à cabeça, mas são sobretudo os brasileiros que estão a contribuir para a escalada desta estatística. Basta ver que, entre 2018 e 2022, dos 844 estrangeiros que conseguiram obter a desejada cédula profissional, metade (420) eram brasileiros, o segundo grupo mais numeroso em Portugal, a seguir ao dos espanhóis, que têm reconhecimento automático ao abrigo da legislação comunitária", lê-se no jornal.

A reportagem salienta ainda que são os brasileiros aqueles que nos últimos tempos mais tentam vir trabalhar para Portugal, embora na Ordem dos Médicos sejam os espanhóis que lideram a lista, com um total de 1681 clínicos, seguindo-se então os brasileiros com 1060 e a terminar o 'pódio' estão os médicos italianos, num total de 244.

Em Portugal, há ainda clínicos da Ucrânia (194), Alemanha (164), Angola (99), Colômbia (91), Guiné-Bissau (82) e Cuba (51) a exercerem a atividade.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.