O Ministério do Interior, que tornou públicos estes dados, afirmou em comunicado que estes 38,11% são inferiores aos 39,42% que tinham sido apurados na mesma altura do passado domingo, na primeira volta das eleições legislativas.

No entanto, está acima dos 35,33% registados às 17:00 horas na segunda volta das eleições legislativas de 2017.

Há que ter em conta que nessa segunda volta de 2017, registou-se um máximo histórico na abstenção deste tipo de eleição em França, fixando-se em 57,36%.

As assembleias de voto encerram esta tarde às 18:00 horas nas zonas rurais e nas pequenas cidades, enquanto nas grandes cidades permanecerão abertas até às 20:00 horas, hora a que serão divulgadas as primeiras sondagens.

Os eleitores franceses deslocam-se hoje às urnas para votar na segunda volta das eleições legislativas, com a possibilidade de imporem uma coabitação ao Presidente da República, Emmanuel Macron, algo que não acontece desde 2002.

De acordo com os resultados finais da primeira volta, divulgados em 13 de junho, a coligação Ensemble!, de Emmanuel Macron, obteve 5.857.557 votos (25,75%), seguida de perto pela coligação de esquerda Nova União Popular Ecologista e Social (Nupes), com 5.836.116 votos (25,66%). Significa que apenas 21.441 votos separam as duas coligações.

Segundo os dados do Ministério do Interior de França, em terceiro lugar ficou a União Nacional, de Marine Le Pen, extrema-direita, com 4.248.600 votos (18,68%).

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.